Feeds:
Posts
Comentários

Archive for janeiro \31\-03:00 2010

A vida, esta vida que inapelavelmente, pétala a pétala, vai desfolhando o tempo, parece nestes meus dias ter parado no bem-me-quer.

.José Saramago

Read Full Post »

Não nasci pra viver mais ou menos, nasci com dois pares de asas, vou aonde eu me levar.

.Clarice Lispector

Read Full Post »

o caminho é este tem pedra, tem sol tem bandido, mocinho tem você amando tem você sozinho é só escolher ou vai, ou fica. fui.

.Martha Medeiros

Read Full Post »

O mundo é um moinho. Não de vento, mas de sopro. O que Cartola chama de sonho mesquinho, as crianças… de catavento.

.Rita Apoena

Read Full Post »

Hoje amanheci tão bem! Como se durante a noite tivesse vindo uma fada, uma dessas fadas das histórias antigas, fadinha boa com sua varinha de condão, não sofra mais querida, disse tocando com a varinha a minha cabeça, não sofra mais, ficou repetindo, e nessa hora acordei e me senti diferente.
.
.Lygia Fagundes Telles

Read Full Post »

Abaixo a razão e o pensamento! O negócio é só sentir, meu irmão, só sentir. Pensar já era. Pensar acabou, não se usa mais.

.Caio Fernando Abreu

Read Full Post »

chá verde

♪ Ah, eu só quero amor
Seja como for o amor
Seja bom, seja bom,
Seja bom, seja amor
Me faz mais feliz
Me dá asas pra fluir
E cantar o amor ♪

.Tiê.

Read Full Post »

(…) teria olhos verdes? Era fascinado por olhos verdes, como se as pessoas de olhos verdes nunca revelassem tudo, escondendo por trás daquela cor uma vida secreta, profunda, como a dos gatos.

.Caio Fernando Abreu in Limite Branco



Read Full Post »

Acontecem coisas estranhas quando estou num espaço muito amplo. Uma vontade de voar, parece que bastaria abrir os braços para fundir-me com o céu. Ao mesmo tempo, dá vontade também de ficar na terra, e viver, viver muito, com todas as miudezas do cotidiano. Impressão de ser maior que tudo, sensação de força, certeza de vitória, vitória tão certa e fácil como a coisas da natureza que se mostram ali. E também uma grande humildade, consciência de ser ínfimo em relação ao azul-azul do céu, ao azul-em-cor do rio. Procuro palavra para definir o que sinto e não encontro. Talvez elas nem sequer existam, talvez seja apenas um fluxo mais forte de vida abrindo os sentidos, embrutecendo o raciocínio.

.Caio Fernando Abreu in Limite Branco

Read Full Post »

.Caio Fernando Abreu in Limite Branco

Read Full Post »

Older Posts »

%d blogueiros gostam disto: